Exploração de elementos naturais possibilita atividades artísticas no Espaço Brincar e Criar

Experiências sensoriais ocorreram

Exploração de elementos naturais possibilita atividades artísticas no Espaço Brincar e Criar

A quinta-feira, dia 19 de abril, foi o dia dos alunos do Espaço Brincar e Criar utilizarem galhos, folhas, sementes e flores secas para brincar e colorir.

“Muitas vezes, ao propor uma atividade no campo das artes na escola, pensamos em materiais artísticos como pincéis, rolinhos, tintas, todavia, há muitos materiais ao nosso redor que podem e que precisam ser manuseados pelas crianças de diferentes formas. Estes materiais auxiliam no desenvolvimento infantil e aumentam o repertório e o contato da criança com elementos naturais, tais como folhas, pedrinhas, sementes, entre outros”, explica a Professora Gabriela Venturini.

Desta forma, na aula, os estudantes utilizaram os materiais mergulhando-os na anilina diluída com água. A partir disso puderam carimbar, pintando, e descobrindo diversas possibilidades de arte com as experiências sensoriais.

Segundo a inglesa Sarah Blackwell, que é educadora e especialista em formar professores para as Escolas da Floresta da Inglaterra, “as crianças nascem com curiosidade natural para explorar e experimentar os ambientes. Nesse aspecto, ambientes de natureza oferecem desafios e provocações como nenhum outro local. Além disso, a natureza promove brincadeiras autônomas, que convocam todos os campos de experiências das crianças, favorecendo um desenvolvimento integral e integrado”. (Fonte: http://www.tempodecreche.com.br/crianca-e-natureza-2/escola-da-floresta-criancas-natureza-e-aprendizagem/#more-4480)

Atualizado em: 20/04/2017